/ Entrevistas

Filipe, da Hunter Investimentos, no Voando com a Arara

Entrevista com Filipe, da Hunter Investimentos

O Voando com a Arara é um quadro aqui no blog do Real Valor onde batemos um papo com os influenciadores de mais sucesso no mercado financeiro.

Cheio de dicas valiosas e histórias engraçadas pra você se divertir e aprender com os melhores do mercado!

E quem está com a gente hoje é o Filipe, CEO da Hunter Investimentos

Quem é Filipe?

Pra começar, se apresenta pro pessoal Filipe

Sou Filipe Rodrigues, sou de Belo Horizonte, formado em Administração com ênfase em Comércio Exterior e pós-graduado em Business Intelligence.

Gosto daqueles suspenses policiais que até os últimos 30 segundos você ainda não sabe como tudo vai terminar. Mas o que gosto mesmo é de ficar com minhas filhas, de 4 e 2 anos, e voltar a ser criança, não tem nada mais divertido!

Começo no mercado financeiro

E como começou sua relação com as finanças

Essa história é legal. Eu e meu amigo Paulo Pereira montamos algumas startups que não foram para frente e a gente sempre tentava um novo negócio. Até que, em uma viagem, ele conheceu um Day Trader e quando ele viu como era lembrou de mim na hora.

Por telefone tentou me explicar o que era daytrade e alavancagem financeira mas sem entrar em detalhes (falta de detalhes para um detalhista é a pior forma que você tem para convencê-lo) e claro que duvidei da possibilidade de fazer 30%, 50% até 100% ao dia com operações de mini-contrato sendo que a Renda Fixa
na época era de 10% ao ano.

Mas ainda bem que o Paulo me conhecia e insistiu na história de me convencer. Ainda na viagem aprendeu da forma que deu a operar (pelo pit da corretora) e começou a fazer resultado e todo dia me ligava para provar que tinha feito 15%, 20%, 50% de lucro ao dia e que sim, era possível resgatar o dinheiro no dia seguinte e que não precisava de incluir ninguém na “pirâmide”.

Eu disse lá encima que também sou meio cético? Pois é... O Paulo teve trabalho para me convencer, mas quando eu vi que esse tipo de operação na bolsa de valores era real e honesta eu então comecei a devorar todo material possível sobre o assunto e passando as noites das próximas semanas e meses estudando sobre esse tema.

Alguns anos depois me tornei trader profissional, fundador e CEO da Hunter Investimentos. Valeu Paulo! 😉

E como foi seu primeiro investimento?

Em 2008 eu casei, e com maiores responsabilidades, maior necessidade de aprender a investir melhor. Foi nessa época que resolvi aprender sobre bolsa de valores e já nas primeiras semanas a crise imobiliária americana chegou aqui e vi as ações derretendo então decidi me concentrar na renda fixa.

Em 2013 vem a primeira filha e de novo aquela vozinha me falando para cuidar melhor dos investimentos, afinal agora o futuro é mais longo. E por coincidência naquele ano o Paulo me ligou insistindo em dizer que eu nasci para ser um tal de “day trader”.

Nessa época eu fazia muitos investimentos especulativos buscando maiores rentabilidades operando nas oscilações do tesouro direto. Então vi que estava fazendo o certo no lugar errado, afinal para especular o lugar ideal é a bolsa de valores. Foi aí que entrei nesse mercado de vez.

Hoje como você faz o acompanhamento dos seus investimentos?

Esse é um tema muito complicado que o Real Valor se dispôs a resolver de forma muito eficiente.

Para fazer o controle sempre fiz na planilha + home broker e é um tempo para consolidar tudo. Agora para minha felicidade fica tudo integrado App Real Valor.

Como surgiu a Hunter Investimentos?

Mudando um pouco de assunto, como surgiu a Hunter?

Tudo surgiu naturalmente. Trabalhei muitos anos em uma multinacional de tecnologia aqui em Belo Horizonte. Quando comecei a aprender o daytrade aproveitava um tempinho ali no almoço para fazer um scalper e brincava com os amigos que estava fazendo o dinheiro para pagar o almoço.

Com os resultados, vieram também os colegas de trabalho querendo aprender como investir na bolsa. Como já ministrava treinamento na empresa, os pedidos para “montar um treinamento sobre bolsa de valores” foi ficando cada vez mais frequente.

Chamei os amigos interessados e montei uma “turma”. No início achei legal a oportunidade de não só ensinar, mas ter mais gente para conversar e analisar o mercado. Aquela turma começou a ter sucesso o que chamou a atenção de mais gente e mais gente e logo logo estava cheio de amigo trader.

No início de 2017 saí da empresa e me dediquei à vida de trader profissional. As indicações de curso e resultado dos alunos fazia com que a procura pelo curso, que sempre ministrei por prazer pelo que faço e em compartilhar, aumentasse ao ponto de ter que abrir uma empresa e assim surgiu a Hunter.

Você tem algum ativo preferido?

Gosto muito dos Dólar e Índice. Amo tanto o mercado que acho que se tivesse jeito de negociar cascalho por lá, era bem possível eu ter algumas ações.

Qual a maior loucura que já fez investindo?

A vida sempre ensina aos atenciosos. Uma vez, ainda aprendendo sobre bolsa de valores vi no jornal logo cedo que havia ocorrido um circuit break na bolsa chinesa naquela madrugada.

Não tinha dúvidas de que o dólar iria disparar naquele dia com essa notícia. Às 09:00h na abertura do mercado, ainda no carro, pelo celular comprei todos os contratos de dólar que podia. Dois quarteirões mais a frente já estava quase dobrando o capital, então pensei.

Hoje eu só encerro essa operação no fim dia. Quando cheguei no meu trabalho, meu lucro já tinha ido embora, no almoço estava no prejuízo, às 15h já estava muito no prejuízo e zerei as posições.

Aquele dia o mercado me mostrou que não há certos e errados e só sobrevivem aqueles que respeitam o mercado. O prejuízo me fez ficar uns 5 dias sem querer olhar para a Bovespa. Mas, se eu quisesse vencer nesse mercado eu teria que voltar e entender como eu perdi tanto dinheiro comprando dólar no dia que o Jornal Nacional disse que a moeda subiu mais de 2%.

Aí eu entendi o famigerado GAP! Todos pensaram o que eu pensei, e quem tinha dólar diminuiu a oferta e começou vendendo a 3% mais alto na abertura (onde comprei) e foram vendendo mais e mais barato ao longo dia fazendo terminar com 2% de alta comparado com o dia anterior, mas 1% de queda dentro do mesmo dia.

Foi assim que eu aprendi que o mercado não se tenta adivinhar, mas você reage a ele. Essa história não tem um final triste porque 1 ano depois em 2017 o Joesley´s Day me deu a chance de recuperar.

Neste dia o risco era tão grande que fez o dólar abrir com R$0,30 centavos com GAP de alta e eu já tinha aprendido a lição. Enquanto todos estavam tentando comprar estava eu lá, na turma dos vendidos, sabendo exatamente porque o dólar estava caindo, e caindo mais de 65 pontos quando encerrei minha operação.

Foi um dos dias que mais fiz dinheiro no mercado e um dos mais felizes por ter aprendido a lição com aquela perda no circuitbreak do mercado Chinês.

Mudaria alguma coisa do seu passado?

Acho que teria começado mais cedo no mercado financeiro, lá em 2008. Daria menos atenção a notícias midiáticas e mitos sobre investimentos e teria aprendido a operar lá.

Nos anos de 2009 e 2010 o mercado foi lindo e poderia ter aproveitado muito meu dinheiro do que deixá-lo na Renda Fixa.

Bate volta

Pra fechar, bora fazer um bate volta?

Bora!

Um filme:

Coração Valente

Uma frase:

O errado é errado mesmo que todo mundo faça, o certo é certo mesmo que ninguém esteja fazendo.

Melhor livro que já leu:

Eita! Tem vários, mas sem dúvida a Bíblia é o livro com maiores ensinamentos que já li.

Uma pessoa importante na sua vida:

Minha esposa, que me aguenta todo dia com um sorriso lindo!

Uma referência nos investimentos:

Raphael Figueredo da Eleven Financial

Onde se vê daqui 10 anos?

Aqui no Brasil mesmo. Vendo várias histórias de pessoas que mudaram de vida após aprender a aplicar melhor seu dinheiro.

Como vê o Brasil em 10 anos?

Como um país melhor, sem dúvidas, e em um processo de desintoxicação corruptiva

4 perfis que você acompanha e indica:

Quem você indica para ser entrevistado aqui no #VoandoComAArara?

Indico o próprio Celso, do @PsicologiaFinanceira

E pra fechar, como o pessoal entra em contato com você?

Filipe, da Hunter Investimentos, no Voando com a Arara
Share this

Cadastre seu e-mail