/ Ação

O que são Ações e por que investir nelas?

Todo dia vemos notícias de que a bolsa de valores caiu/subiu, sempre ouvimos o William Bonner falando no jornal sobre ações da Petrobras, Vale, sobre o Ibovespa e por aí vai. A verdade é que para muita gente esse assunto não é 100% claro.

Hoje vamos mostrar que o mercado de ações não é nenhum bicho de 7 cabeças e que você pode - e deveria - investir em ações.

Por que existem ações?

Você quer investir, ou aprender um pouco mais sobre o mercado de ações, certo? Mas antes disso, vamos pensar do lado de lá da moeda: as empresas.

O objetivo de uma empresa pode ser resumido em aumentar o lucro. Muitas vezes, para alcançar esse objetivo elas precisam de dinheiro, o que o mercado financeiro chama de captar investimentos.

A forma de captar esse dinheiro varia de acordo com o tamanho da empresa, a quantidade de dinheiro que ela precisa e se ela está disposta a vender um "pedaço" dela.

Existem algumas formas de uma empresa captar recursos, mas só duas nos interessam nesse momento:

1 - Emissão de debêntures

Quando uma empresa grande precisa de uma quantidade grande de dinheiro, emitir debêntures começa a ser mais atrativo do que pegar dinheiro emprestado com bancos. Debêntures são basicamente dívidas que a empresa emite e se compromete a pagar com os juros e prazo definidos e o debenturista passa a ser credor da empresa. Geralmente a empresa consegue juros melhores emitindo debêntures do que em empréstimo com bancos.

2 - Emissão de ações

Aqui temos a Bolsa de Valores. Ela entra em jogo quando uma empresa precisa de investimento e decide abrir seu capital. A empresa vende "pedaços" dela mesma para captar dinheiro.

Empresas emitem ações para receber dinheiro para crescer. Todas essas ações são negociadas na famosa bolsa de valores.

Diferentemente da emissão de debêntures, onde o investidor se torna um credor, o investidor em ações se torna sócio da empresa. Investir numa empresa da bolsa é possível para qualquer um que tenha conta em uma corretora. Esses "pedaços" da empresa recebem o nome de ações.

As ações são negociadas em bolsas de valores. Existem muitas bolsas pelo mundo a fora. No Brasil temos a B3 (antiga BM&FBovespa).

B3 bolsa de valores onde negocia ações no brasil

Entendi, mas e como eu compro essas ações?

A negociação de ações é sempre feita entre duas partes (quem quer comprar e quem quer vender) dentro da bolsa. Para que essa transação seja feita, é preciso que haja o intermédio de uma corretora.

Para garantir que todos os dados e informações sejam gerenciados de forma segura e correta, as corretoras precisam intermediar todas as transações na B3.

Aprenda a escolher a MELHOR CORRETORA pra você 🤑.

Beleza, mas quais são as vantagens de investir em ações?

Comprar ações é uma das várias formas de investir seu dinheiro. As ações trazem alguns benefícios em relação aos outros investimentos. Abaixo você encontra 4 motivos pelos quais você deveria investir em ações:

1. Potencial de crescimento

O mercado de ações se destaca pelo seu alto potencial de crescimento. Os investimentos - quando bem aplicados - trazem altos retornos. Para se ter uma ideia, o investidor que comprou ações da Suzano Papel e Celulose (SUZB3) no dia 01/12/2017 e vendeu no dia 02/05/2018 conseguiu uma rentabilidade de +139% em apenas seis meses.

rentabilidade ações suzano SUZB3 em 2017

2. Acessível - Invista R$100

Muita gente pensa que para investir no mercado de ações é preciso começar logo de cara com uma quantia significativa.
MITO! Você pode começar com R$100,00 e eu vou te mostrar como!
Como investidor, você pode comprar ações de duas formas:

Mercado Tradicional

Onde as ações são negociadas através de lotes padrão de 100 ações.
Ou seja, se o preço de uma ação hoje é de R$15,44 e você comprar através do mercado tradicional (lote de 100 ações), terá que desembolsar R$1.544,00 no mínimo.
Exemplos de ações do mercado tradicional:

  • PETR4 - Petrobras
  • ITUB4 - Itaú Unibanco
  • VALE5 - Vale
  • ABEV3 - Ambev

Mercado Fracionário

Se você quer investir em ações, mas não está disposto a investir em um lote de 100 ações, pode recorrer ao mercado fracionário.
Lá você consegue comprar as mesmas ações da Petrobras só que em menor quantidade. A única diferença é no código da ação - elas tem um "F" no final.
As variações são exatamente as mesmas, porém o preço por ação é mais alto e tem uma liquidez menor.
Exemplos das ações anterior, mas no mercado fracionário:

  • PETR4F - Petrobras
  • ITUB4F - Itaú Unibanco
  • VALE5F - Vale
  • ABEV3F - Ambev

Dessa forma, você pode sim começar com R$100,00, para entender como tudo funciona na prática e tirar suas dúvidas. A partir daí, quando se sentir confortável, passa a investir mais dinheiro. Preferencialmente no mercado tradicional, que vai te proporcionar maior liquidez a um custo menor.

Você não precisa estar na casa dos milhares para começar a investir em ações. R$100 são suficientes para dar seu primeiro passo

3. Renda Passiva

Ações pagam dividendos para seus sócios. Isso significa que além da rentabilidade do papel, o investidor também ganha uma fração do lucro da empresa de tempos em tempos. Muitos investidores montam carteiras direcionadas para dividendos, para que possam viver de renda sem ter que vender e comprar a toda hora.

O investidor com 1.000 ações do Itaú SA (ITSA4) recebeu R$816 em 2017 com dividendos e juros sobre capital próprio, como pode ser visto na última coluna da tabela.

Dividendos ações itau ITSA4 em 2017

4. Liquidez

As vezes você precisa se desfazer de algum investimento para sacar dinheiro. Investimentos de renda fixa costumam não ter liquidez. Fundos de investimento muitas vezes demandam que você espere alguns dias até ver a cor do dinheiro.

Ao investir em ações, você consegue vendê-las assim que você quiser. Pelo fato da bolsa de valores ser um mercado tão líquido, sempre existem investidores dispostos a comprar as ações que você quer vender.
Investir em ações também é uma forma de balancear a liquidez da sua carteira.

Tá, mas e as desvantagens?

Tudo tem um lado bom e um lado ruim. A gente acabou de entender quais são as vantagens de entrar nesse mercado. Agora vamos te mostrar as principais desvatagens de se investir em ações.

1. Risco de perder dinheiro

Se por um lado as ações podem trazer retornos muito maiores do que a renda fixa, também é possível perder dinheiro com elas.
Quando uma empresa está com dificuldades financeiras, as suas ações costumam perder valor, fazendo com que os investidores acabem perdendo dinheiro.

2. Exige conhecimento

Investir em ação não é a coisa mais fácil do mundo. É importante saber em qual empresa investir e em qual momento. Investir sem conhecer um mínimo sobre as empresas, os mercados em que elas estão inseridas e o cenário econômico do país pode fazer com que o investidor caia na desvantagem #1.

Agora que você já sabe o que é e como funciona uma ação, o próximo passo é entender em qual corretora você vai confiar seu dinheiro.
Nós escrevemos um post bem legal que vai te ajudar a encontrar a melhor corretora com base no seu perfil e pretenção de investimento. Veja aqui

cta-planilha

O que são Ações e por que investir nelas?
Share this

Cadastre seu e-mail