/ Corretoras

Corretora de investimento: como escolher a melhor para você?

A verdade é que você não consegue investir se não tiver uma conta numa corretora. Por isso, muitas pessoas acabam usando a do próprio banco para aplicar o seu dinheiro. A facilidade de conseguir investir sem ter que abrir uma conta em uma outra instituição vem com um preço: as corretoras dos grandes bancos geralmente cobram altas taxas e não tem acesso aos melhores produtos do mercado.

Escolher a sua corretora é o seu primeiro passo como investidor e tem um forte impacto na sua rentabilidade, porque se escolher bem, você terá acesso a custos baixos e produtos de maiores rentabilidades.

Mas afinal, o que é uma corretora?

Uma corretora de valores é uma instituição com o foco em investimentos. Ela faz o meio de campo entre compradores e vendedores de ativos financeiros.

Digamos que você queira vender ações de Petrobras. Diferentemente de uma mercadoria comum, você não consegue vendê-la para qualquer pessoa. Você precisa se utilizar de uma corretora para realizar essa transação.

Como eu invisto pela corretora?

O processo de investir por uma corretora é bastante simples e consiste basicamente de 4 passos:

  1. Escolher a corretora
  2. Abrir a conta
  3. Transferir dinheiro para a conta (para você ter saldo para aplicar)
  4. Aplicar o dinheiro no produto que você quiser

Uma boa prática é não deixar muito dinheiro no saldo da sua conta. Assim como numa conta de banco, o dinheiro que não está investido fica parado ao invés de render.

Mas elas são seguras?

Quando você compra um ativo, seja ele uma ação, um título público ou um título privado ele fica registrado em seu nome e não no da corretora. A corretora é apenas um agente intermediário.

Os serviços responsáveis por esse registro são a CBLC e a CETIP Certifica.

CBLC

A Câmara Brasileira de Liquidação e Custódia, ou CBLC é um serviço independente da B3 (antiga BM&FBovespa) que registra os títulos públicos e ativos operados através da B3 (ações, FIIs, ETFs, opções, etc.) no CPF de quem efetivamente os comprou.

CETIP Certifica

O CETIP Certifica foi criado pela CETIP (que se fundiu à BM&F Bovespa e hoje é a B3) para promover uma maior transparência nas operações de títulos privados (CDB, LCI, LCA, debêntures, etc.). As corretoras adeptas do CETIP Certifica geram mensalmente extratos provando que os títulos comprados estão registrados nos CPFs dos compradores. Com isso, é importante que a corretora que você escolher esteja afiliada ao CETIP Certifica, para que você tenha certeza que os seus ativos estão realmente no seu nome.
cetipcertifica

Então quais são os riscos?

O dinheiro parado na conta da corretora, por outro lado não está em seu nome e é mais complicado de recuperar no caso de uma eventual liquidação. Por isso, é aconselhável que as pessoas mantenham sempre o mínimo de dinheiro parado possível.

Quais são as corretoras que existem?

Segundo o Bancodata, existem 191 corretoras no Brasil. Cada uma tem prós e contras. Dentre as corretoras mais usadas pelos usuários do Real Valor estão:

  • XP
  • Easynvest
  • Rico
  • Modal
  • Órama
  • Clear
  • Daycoval
  • Socopa
  • Sofisa Direto
  • BTG Digital
  • Advalor
  • Agora
  • Alfa
  • Amaril
  • Ativa
  • Banco
  • Banco
  • Banestes
  • Banrisul
  • Banco do Brasil
  • Bradesco
  • Brasil
  • Caixa
  • Citigroup
  • Clear
  • CM Capital Markets
  • Codepe
  • Coinvalores
  • Concordia
  • Easynvest
  • Elite
  • Fator
  • Geração
  • Geral
  • Gradual
  • Guide
  • H.Commcor
  • Haitong
  • Hsbc
  • Icap
  • Interfloat
  • Intermedium
  • Itaú
  • Itaú
  • J. Safra
  • Lerosa
  • Magliano
  • Maxima
  • Mirae
  • Modal
  • Mundinvest
  • Nova
  • Novinvest
  • Pax
  • Petra Personal Trader
  • Pilla
  • Planner
  • Prime
  • Renascença
  • Rico
  • Santander
  • Schahin
  • Senso
  • Sita
  • Slw
  • Socopa
  • Solidez
  • Solidus
  • Spinelli
  • Talarico
  • Terra
  • Tullett
  • Ubs
  • Um Investimentos
  • Uniletra
  • Votorantim
  • Walpires
  • Xp

Mas como eu vou escolher qual é a melhor para mim?

Para escolher a melhor corretora, é importante saber de antemão quais tipos de ativos você pretende investir. Com isso, você consegue escolher as que possuem taxas e custos mais baixos para essas aplicações. Com isso na cabeça, é importante analisar os seguintes pontos:

A corretora tem o selo CETIP Certifica?

Como foi falado acima, quando a sua corretora é adepta do CETIP Certifica, você tem certeza que os títulos comprados estão custodiados em seu CPF, diminuindo o risco em eventuais eventos de liquidez.
Para saber se a corretora tem o selo da CETIP, basta olhar a tabela de instituições credenciadas.

Como é o atendimento ao cliente?

O atendimento ao cliente geralmente é negligenciado, pois não é um recurso muito demandado. O problema é que quando você precisa dele, você geralmente está com pressa.

Por isso, é uma boa ideia se antecipar e ter certeza que a corretora escolhida tem um bom canal de atendimento. Seja por e-mail, telefone, chat online, é importante saber se a sua dúvida vai ser resolvida rapidamente.

Quais são os produtos oferecidos?

Existem corretoras especializadas em determinados produtos e corretoras que oferecem uma gama muito maior de produtos. Escolha de acordo com as suas demandas de investimento.

Caso você esteja pensando em investir em fundos de investimento, é uma boa ideia ver quais são os fundos distribuídos pela corretora, visto que cada corretora tem um portfólio de fundos.

Quais são os custos e taxas?

Cada corretora tem uma estratégia para atrair clientes. Algumas cobram taxas baixas para operações de renda variável, outras não cobram taxas para alguns produtos de renda fixa. Como hoje em dia é bastante simples abrir uma conta em uma corretora, pode ser uma boa estratégia escolher uma corretora para renda fixa e uma para renda variável, de modo a minimizar os custos.

Os custos mais comuns de corretoras são:

Corretagem

É o custo associado a alguma operação. Os custos de corretagem geralmente são diferentes para diferentes mercados como ações, opções, mercado futuro, etc.

Taxa de custódia

É o custo por manter o dinheiro na corretora. Hoje em dia poucas casas cobram a taxa de custódia, mas é bom ficar de olho. Ela geralmente é cobrada de forma mensal.

Taxa de Tesouro Direto

Algumas corretoras cobram uma taxa para investir no Tesouro Direto (além da taxa anual de 0,30% da CBLC). Por isso, é importante olhar a tabela do tesouro direto que mostra um ranking das custodiantes.

Para exemplificar um pouco de como essas taxas são cobradas, preparei uma tabela com as 5 corretoras independentes e 5 corretoras de bancos com maior volume no Real Valor. Em verde os menores custos e em vermelho os maiores.

table_corretoras_custo

Esses custos podem ser encontrados nos sites das corretoras.

Agora é só abrir a conta

De posse de todas essas informações, fica fácil chegar a duas ou três corretoras que são mais alinhadas com os seus objetivos com investimentos.  É sempre uma boa ideia abrir conta nessas duas ou três instituições e ir testando mesmo antes de colocar o dinheiro: ver como é o atendimento, como é a plataforma online, como são os relatórios, etc.

Uma vez que você estiver familiarizado, é chegada a hora de finalmente transferir o dinheiro e começar a investir!

cta-planilha

Corretora de investimento: como escolher a melhor para você?
Share this

Cadastre seu e-mail